Como funciona o Google Analytics?

sex 06 de dez de 2019

O Google Analytics é uma plataforma que coleta e compila dados em relatórios. Para acompanhar os dados de um site, a primeira coisa que precisa ser feita é criar uma conta no Google Analytics. A partir daí, você precisa adicionar um código JavaScript gerado pela ferramenta em cada página do site. Então toda vez que houver um acesso às páginas, esse código de acompanhamento coletará informações anônimas sobre como o usuário interage no site. 

Por exemplo, um site que apresenta algumas utilidades domésticas, conseguirá entender quantas pessoas acessam a página com produtos relacionados a mesa e quantos acessos tiveram a página de produtos relacionados a banho ou mostrar quantos usuários entraram no site a partir de dispositivos móveis ou ainda entender quantas pessoas compraram a partir da análise da página de confirmação de compra.

O código instalado capta diversas informações, como tipo de dispositivo usado, sistema operacional, localização geográfica, navegador, origem do tráfego, ou seja, como as pessoas chegaram ao site. É importante saber, que geralmente, sempre que uma página é carregada, o código do Google Analytics coleta e envia informações atualizadas sobre as atividades realizadas pelo usuário.

O Google Analytics agrupa essas informações num período de tempo chamado sessão ou visita. O usuário inicia uma sessão quando acessa uma página e o código de acompanhamento instalado é disparado. A sessão termina após 30 minutos de inatividade. Se o usuário retornar a uma página depois deste período, iniciará uma nova sessão. 

Quando o código de acompanhamento coleta dados, as informações são agrupadas e enviadas para o servidor do Google Analytics, que armazenará e gerará os relatórios. Ao processar os dados, o GA agrega tais dados em certos critérios, como sistema operacional do aparelho que acessou o site ou navegador. Também existem configurações avançadas que permitem personalizar o processamento de dados.

Por exemplo, criar e aplicar um filtro no Google Analytics para incluir ou excluir o tráfego de determinado local ou criar um filtro para incluir apenas tráfego proveniente de dispositivos móveis, para entender mais especificamente o comportamento dos usuários de tais dispositivos. Um ponto importante a salientar é que uma vez armazenado no banco, tais dados não podem mais serem alterados. 

Assim, quando fizer uma configuração, preste atenção e não exclua dados que podem ser importantes, sem ter uma cópia. Após processados e armazenados no banco de dados, tais dados aparecem como relatórios no GA e aí é só começar a analisar.

Quer entender melhor como funciona o seu Google Analytics e analisar com confiança os seus dados. Fale conosco.